sábado, 26 de maio de 2012

Caiu na net!

 
- merdamerdamerdamerdamerda!!!
- Calma, Manuzinha, ficar nervosa não vai adiantar.
- Como calma, Adalberto? Algum imbecil colocou na internet umas fotos que eu tirei pelada, tá todo mundo comentando e você pede que eu tenha calma?
- Foram 25 fotos em que você aparece nuazinha...
- Eu sei fazer conta, Adalberto, não precisa me lembrar disso! Em vez de ficar contando quantas fotos caíram na net, faça alguma coisa!
- Já soltei para a imprensa que as fotos não passam de montagem e...
- ...e você acha que alguém acreditou, seu palerma? Aquela revista chinfrim de fofocas teve as manhas de destacar minhas tatuagens comparando com outras fotos só para provar que sou eu mesma!
- Tatuagens com o nome de seu filhinho e do ex-namorado.
- Quer parar? E não cite aquele desgraçado, pois ainda estou vendo o que é melhor: cobrir com outra tatuagem ou fazer tratamento de laser para apagar o nome daquele pilantra - não pode ter sido ele que jogou minhas fotos peladas na internet, mas é o tipo de vingança que tem a cara daquele tarado por modelo esquelética, ah, ele que faça bom proveito daquele monte de ossos ambulante!
- Eu avisei, Manuzinha, mas você insistiu em tatuar “Amor eterno, luz da minha vida, para todo o sempre vou te amar enquanto o sol brilhar, te amo, Cauê Raimundo!”. Sabe, não entendo o porquê tatuar frases e até versículos bíblicos no corpo... será que o pessoal nunca ouviu falar em papel? Um cartão com uma flor já resolve tudo e além disso...
- ...além disso ou você cala essa boca e começa a agir ou será mais um advogado defendendo trombadinha em porta de cadeia!
- Certo, Manuzinha, o que você sugere?
- Como assim ‘ o que eu sugiro’, porra? Você é meu advogado, assessor de imprensa e agente, você fica com 10% dos meus contratos pra quê?
- Precisamos renegociar estes termos, Manuzinha. Eu deveria ficar com 30%: 10 para o advogado, 10 para o assessor e 10 para o agente.
- Droga, Adalberto, mas que saco, não é hora pra piada, eu quero agir, quero processar, quero justiça, quero indenização!
- Olha, o melhor é ir à imprensa e assumir. Isso, assumir de uma vez que as fotos são suas, que você tirou fotos peladas como muita gente faz para agradar o namorado, amante e até o marido. Às vezes o melhor marketing é a sinceridade.
- Você endoidou de vez, Adalberto?
- Claro que não, Manuzinha, se liga no detalhe: você assume que é isso aí, tirou as fotos e é você mesma, sem photoshop, sem retoque, sem produção, toda gostosona ao natural, espôntanea. Demonstra personalidade, entende?
- Saco, Adalberto, eu tenho um filho!
- Mas ele é tão novinho, tem o que? Uns 3 ou 4 anos, nem sabe o que acontece no mundo e você sabe melhor do que eu como é o mundo das celebridades, das fotos e polêmicas - dura uns 15 minutos e depois a indústria da fofoca corre em busca de outras novidades. Olha a Xuxa: quase ninguém lembra daquele filme em que ela seduz um garotinho de 10 anos toda pelada, macia...macia...
- É isso! Não dá para proibir essas fotos de circularem por aí como a Xuxa fez com o filme dela?
- Manuzinha, entenda uma coisa: caiu na net, já era. E a Xuxa, espertamente, mal toca no assunto, pois assim ninguém lembra - ou ela pensa que ninguém lembra. Repara se alguém lembra da Claudia Raia posando pra Playboy? Ela nem fala sobre isso. Eu recomendo que você faça o mesmo: vai causar um frisson no começo, mas logo o povo esquece.
- É...é, pensando bem...acho que sim, Adalberto. É, acho que você tem razão. Droga, que mancada! Como isso foi acontecer?
- Vacilou mesmo, Manuzinha. Eu avisei que a senha “cauelove” era muito óbvia. Mas sabe o que é pior?
- Ainda tem como piorar?
- Lembra daquelas propostas pra lá de vantajosas da PLAYMAN e da SEXIES? Pois é, Manuzinha: agora todo mundo tá vendo, inteiramente grátis, você nuazinha em pelo! Aliás, é muito pelo, Manu. Não sabia que você era adepta do estilo Claudia Ohana e Vera Fischer. É tão...anos 80! Manuzinha, corta essa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário